AGRICULTURA ORGÂNICA X AGRICULTURA CONVENCIONAL SOLUÇÕES PARA MINIMIZAR O USO DE INSUMOS INDUSTRIALIZADOS

Autores

  • Cleide Mary Mariani
  • Jairo Afonso Henkes

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v3e22014315-338

Palavras-chave:

Sistema Orgânico de Produção, Sustentabilidade Ambiental, Agricultura Convencional, Produtores Orgânicos, Feira Ecológica

Resumo

A agricultura deixou de ter como papel principal a produção de alimentos e passou a ter como principal objetivo a maximização dos lucros, o que tem gerado uma grande preocupação na qualidade dos alimentos e na poluição ambiental. A busca da maior produtividade através da utilização intensa de insumos externos está tão fortemente enraizada no pensamento da maior parte dos agricultores que muitos acabam acreditando que este é o único modo de produção. A partir disso, buscou-se analisar e descrever, através de material bibliográfico e de entrevistas com produtores de feiras orgânicas de Porto Alegre, os métodos de produção orgânica, o desempenho financeiro, a produtividade dos sistemas agroecológicos, o potencial da agricultura orgânica no desenvolvimento sustentável e os seus benefícios - para os produtores, consumidores e meio ambiente. Neste contexto, foram efetuadas comparações entre a agricultura convencional e a agricultura orgânica em algumas dimensões, bem como complementaridades. As comparações e os conceitos apresentados englobam basicamente a dimensão ecológica, social e econômica, em diversas perspectivas.

Biografia do Autor

Cleide Mary Mariani

Acadêmica do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental – Unisul Virtual.

Jairo Afonso Henkes

Professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental e do Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental da Unisul. Mestre em Agroecossistemas. Especialista em Administração Rural

Downloads

Publicado

2014-11-11

Edição

Seção

Estudos de Caso