A CONSTRUÇÃO DE UMA VISÃO SISTÊMICA NA FORMAÇÃO DO ADMINISTRADOR: A PERSPECTIVA DO EGRESSO SOBRE A DISCIPLINA SUSTENTABILIDADE

Autores

  • Andréia Daniela dos Santos Avila Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)
  • Jose Alberto Carvalho dos Santos Claro UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo
  • Almir Martins Vieira Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v4e12015289-312

Palavras-chave:

A tomada de decisões no ambiente corporativo requer que se considerem os interesses sociais e ambientais, além do econômico. Objetivou-se verificar a contribuição do curso de Administração na formação de uma visão sistêmica das relações sociais, econômica

Resumo

A tomada de decisões no ambiente corporativo requer que se considerem os interesses sociais e ambientais, além do econômico. Objetivou-se verificar a contribuição do curso de Administração na formação de uma visão sistêmica das relações sociais, econômicas e ambientais dos seus egressos na visão dos mesmos. O método utilizado foi exploratório e qualitativo. Aplicou-se entrevistas em profundidade junto a egressos do curso de bacharelado em Administração que cursaram a disciplina Sustentabilidade em uma Instituição de Ensino Superior localizada na Região do Grande ABC Paulista. Identificou-se que os egressos não consideram que a disciplina de Sustentabilidade tenha contribuído para o desenvolvimento de competências profissionais significativas para um administrador com uma visão sistêmica, entretanto quando o tema foi abordado de forma interdisciplinar houve maior aproveitamento por parte dos egressos.

Biografia do Autor

Andréia Daniela dos Santos Avila, Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)

Mestre em Administração na linha de Gestão de Pessoas e Organização pela Universidade Metodista de São Paulo (2014), MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (2013) graduação em Administração Geral pela Universidade Metodista de São Paulo (2010). Atuou na área de Comunicação, onde foi responsável pela análise das necessidades dos clientes, assim como pelo processo de identificação, personalização e planejamento das estratégias de comunicação com aqueles de maior potencial e valor para a companhia. Gerenciamento e controle de processos de produção gráfica para promoção e divulgação de eventos culturais e esportivos em diversos espaços da cidade. Sua última experiência profissional foi como professora Assistente pela Universidade Metodista de São Paulo, onde ministrou ás disciplinas de empreendedorismo e Gestão de pessoas. Possuí vivência internacional onde teve a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos na língua inglesa e realizar trabalhos voluntários.

Jose Alberto Carvalho dos Santos Claro, UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo

Professor Adjunto Nível A.I. de Administração, com Dedicação Exclusiva, na UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo, Campus Baixada Santista, IMar - Instituto do Mar, Departamento de Ciências do Mar (DCMar). Orientador PIBIC-CNPq e Monitoria. Pesquisador do Laboratório de Pesquisas em Interações Sociotecnicoambientais (LISTA-UNIFESP). Professor credenciado no Programa de Pós-Graduação (Mestrado Profissional) em Gestão de Políticas e Organizações Públicas (UNIFESP-EPPEN-Escola Paulista de Política, Economia e Negócios-Campus Osasco). Possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Católica de Santos (1992), mestrado em Administração pela Universidade Metodista de São Paulo (1998) e doutorado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (2002). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Marketing, atuando principalmente nos seguintes temas: administração, organizações, marketing, consumidor, educação continuada, consumo, sustentabilidade, sociedade e o mar, e comunicação científica. Experiência docente desde 1996 em cursos de graduação, especialização e mestrado. Experiência como consultor e gestor. Foi coordenador geral de pós-graduação (equivalente pro-reitoria) e de programa de mestrado em Administração e editor de revistas científicas. A partir de 2007 exerce o cargo de Diretor de Relações Institucionais do IMPACTO - Instituto Metropolitano de Pesquisas Acadêmicas e Consultoria Técnico-Operacional. Avaliador ad-hoc do INEP-MEC desde 2002 e do CEE-SP (Conselho Estadual de Educação de São Paulo) desde 2013. Parecerista de Agências de Fomento: MEC e CNPq. Foi líder do Grupo de Pesquisa do CNPq (Competitividade Regional e Desafios Estratégicos, com projeto de pesquisa com o mesmo nome, da Linha de Pesquisa Estratégia e Competitividade). Pesquisador Visitante da PUC-SP e membro do Grupo de Pesquisa Estudos em Competitividade e Estratégia Internacional, na linha de pesquisa Estratégia e Competitividade. Exerce ainda o papel de Editor da Revista Organizações em Contexto - ROC (QUALIS CAPES B2). Orientador Bolsista de Agentes Locais de Inovação (ALI) pelo CNPq e SEBRAE (Santos e São Paulo-Centro) modalidade Bolsista de Extensão no País do CNPq - Nível A (01/10/2012 a 30/09/2014). Voluntário em várias organizações do terceiro setor. E-mail: albertoclaro@albertoclaro.pro.br.

Almir Martins Vieira, Universidade Metodista de São Paulo (UMESP)

Doutor em Educação (2007) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), possui graduação (1996) e mestrado (2001) em Administração pela Universidade Metodista de São Paulo, onde atualmente é coordenador do Programa de Pós-Graduação (mestrado) em Administração (PPGA/UMESP), além de integrar o grupo de pesquisadores da Cátedra Gestão de Cidades. Consultor ad hoc da CAPES. Temas de interesse: cultura organizacional; ensino de Administração; trabalho; e políticas públicas para a Educação

Downloads

Publicado

2015-06-01

Edição

Seção

Artigos