INDICADORES INTERNACIONAIS DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA INTERDISCIPLINAR EM ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE BRASILEIRAS: UMA REVISÃO BIBLIOMÉTRICA

Autores

  • Felipe Teixeira Dias Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL/Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (Mestrado)
  • Rachel Faverzani Magnago Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Carlos Magno Santos Clemente Centro Universitário FG - UniFG/Observatório UniFG do Semiárido Nordestino
  • José Baltazar Salgueirinho Osório de Andrade Guerra Universidade do Sul de Santa Catarina/Centro de Desenvolvimento Sustentável - GREENS

Palavras-chave:

Geoprocessamento, Sustentabilidade Urbana, Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, Cidades Sustentáveis

Resumo

Com o acelerado processo de urbanização que perpassa pelo contexto socioambiental das cidades, temáticas ambientais ecoam como fortes aspectos práticos a serem debatidos e estudados, a exemplo Áreas de Preservação Permanente (APP). Nesse sentido, com esta pesquisa objetivou-se verificar os indicadores das produções científicas inerentes ao tema, sob vias interdisciplinares numa dinâmica internacional. Como proposta metodológica, a pesquisa possui natureza aplicada, com abordagem foi quali-quantitativa, e como procedimento, utilizou-se das técnicas de bibliometria em revisão sistemática. Como principais resultados, verificou-se que ainda há pouca discussão internacional sobre Áreas de Preservação Permanente sobre o contexto brasileiras, e ainda, verificou-se a ampla interdisciplinaridade sob a discussão do tema, evidenciando tanto sua relevância, quanto a viabilidade de estudos voltados ao tema. Diante disso, evidenciou-se que as Áreas de Preservação Permanente são importantes tanto para promoção de equilibro ecológico, quanto para manutenção ambiental das cidades, primando sempre por sua preservação e em alguns momentos restauração e revitalização.

Biografia do Autor

Felipe Teixeira Dias, Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL/Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (Mestrado)

Mestrando pelo programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (Tecnologia, Ambiente e Sociedade) pela Universidade do Sul de Santa Catarina-UniSul. Graduado no curso de Bacharelado em Direito pelo Centro Universitário FG (UniFG). Técnico em Comércio (Gestão e Negócios) Centro Estadual de Educação Profissional da Bahia.

Rachel Faverzani Magnago, Universidade do Sul de Santa Catarina

Doutora e Mestra em Química Orgânica pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Amientais - PPGCA/UniSul

Carlos Magno Santos Clemente, Centro Universitário FG - UniFG/Observatório UniFG do Semiárido Nordestino

Doutor em Geografia- Tratamento da Informação Espacial – Pontificia Universidade Católica de Minas Gerais – Coordenador do Observatório UniFG do Semiárido Nordestino. Coordenador e Pesquisador do Laboratório de Geoprocessamento da UniFG. Professor dos cursos de Engenharias do Centro Universitário UniFG.

José Baltazar Salgueirinho Osório de Andrade Guerra, Universidade do Sul de Santa Catarina/Centro de Desenvolvimento Sustentável - GREENS

Doutor em Ciência Política e Relações Internacionais – Universidade SOPHIA/PT. Diretor do Centro de Desenvolvimento Sustentável – GREENS da UNISUL, professor dos Programas de Pós-graduação em Administração e Ciências Ambientais da UniSul

Downloads

Publicado

2022-03-14

Edição

Seção

Artigos