MINERAÇÃO, RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE

Autores

  • Josiê Sepe Universidade de Araraquara- UNIARA
  • Hildebrando Herrmann Universidade de Araraquara - UNIARA
  • Nemésio Neves Batista Salvador Universidade de Araraquara - UNIARA

DOI:

https://doi.org/10.19177/rgsa.v10e42021401-422

Palavras-chave:

Mineração, Responsabilidade social e ambiental, Sustentabilidade

Resumo

Diversos impactos ambientais podem ser gerados pelas atividades de mineração, como supressão de vegetação, alteração da paisagem, remoção da camada de solo superficial e sua exposição a processos erosivos, poluição do ar, destruição de ecossistemas diversos, entre outros, além do comprometimento da quantidade e qualidade das águas para as populações do entorno das áreas mineradas. O presente trabalho, desenvolvido com base em levantamento bibliográfico, objetiva apresentar e discutir os impactos e conflitos socioambientais causados pela mineração ressaltando a responsabilidade das empresas com a comunidade e destacando aspectos dos Planos de Mineração, Planos de Fechamento de Mina, nos quais deveriam constar além da recuperação das áreas degradadas, também os aspectos que envolvem as comunidades do entorno afetadas pelas atividades minerárias. Assim, para se alcançar a sustentabilidade na mineração é necessário que empresas, governo e sociedade tenham o entendimento que além da responsabilidade econômica, outras de caráter socioambientais são relevantes para o futuro da mineração. Alguns instrumentos como a “Licença Social para Operar” acoplada aos processos de licenciamento, assim como a utilização de parte dos recursos da compensação financeira pela exploração de recursos minerais podem trazer benefícios para a recuperação e previsão de uso futuro das áreas mineradas e para a população que vive nas circunvizinhanças.

Biografia do Autor

Josiê Sepe, Universidade de Araraquara- UNIARA

Graduação em geologia pela UNESP - Rio Claro/SP; mestrado em Geociências  pela UNICAMP - Universidade de Campinas; doutoranda no programa de pós-graduação em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente da Universidade de Araraquara-UNIARA. E-mail: josiesepe@uol.com.br

Hildebrando Herrmann, Universidade de Araraquara - UNIARA

Graduação em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1970), mestrado em Geociências pela Universidade Estadual de Campinas (1990) e doutorado em Geociências e Meio Ambiente pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1995). Atualmente é professor da Universidade de Araraquara e prof. colaborador voluntário da Universidade Estadual de Campinas. E-mail: herrmann@ige.unicamp.br

Nemésio Neves Batista Salvador, Universidade de Araraquara - UNIARA

Graduação em Engenharia Civil pela Universidade de Brasília (1974), mestrado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos (1979), doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos (1990) e pós-doutorado em Avaliação de Impactos Ambientais pela Oxford Brookes University (1998).  Atualmente é professor da Universidade de Araraquara e prof. colaborador voluntário da Universidade Federal de São Carlos. E-mail: nemesio.salvador@gmail.com

Downloads

Publicado

2021-12-14

Edição

Seção

Artigos