Do desfile na avenida ao camarote: um olhar discursivo sobre o carnaval nos cartuns de Angeli

Autores

  • Francis Lampoglia
  • Valdemir Miotello
  • Lucília Maria Sousa Romão

Palavras-chave:

Carnaval, Análise do Discurso, Memória discursiva

Resumo

Esse artigo estuda o funcionamento discursivo de dois cartuns de Angeli – originalmente publicados pelo jornal Folha de S. Paulo entre 2007 e 2009 – que tratam sobre o tema do carnaval. A forma como são trabalhados a memória discursiva, os sentidos e o posicionamento do sujeito são especialmente observados. Para tanto, trabalhamos com a teoria da Análise do Discurso de linha francesa fundada por Michel Pêcheux e Jean Dubois em 1969, e os estudos de Mikhail Bakhtin sobre dialogismo e carnavalização, conceitos esses que embasam nosso trabalho. A análise preliminar dos dados aponta para a emergência de um espaço de ruptura do sentido dominante sobre o que é considerado óbvio e natural quando se fala em carnaval no país.

Biografia do Autor

Francis Lampoglia

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da Universidade Federal de São Carlos (PPGCTS/UFSCar), 2010. Bolsista FAPESP, processo n. 2010/03200-2

Valdemir Miotello

Prof. Dr. do Departamento de Letras e do Programa de Pós-graduação em Linguística e do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Doutor em Linguística, 2001

Lucília Maria Sousa Romão

Profª Drª do Curso de Graduação de Ciências da Informação e da Documentação e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FFCLRP/USP). Professora colaboradora do Mestrado em Ciência, Tecnologia e Sociedade da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). CNPQ. Doutora em Psicologia, 2002

Downloads

Publicado

2011-07-01

Edição

Seção

Artigos