O ACRE NÃO EXISTE? NAS DESNOTÍCIAS, NÃO

Autores

  • Ana Cristina Carmelino
  • Karine Silveira

Palavras-chave:

Identidade social. Referenciação. Desnotícia. Humor. Acre.

Resumo

Neste artigo, o objetivo é mostrar que a referenciação feita por expressões nominais referenciais e/ou referenciais e atributivas é capaz de construir determinada identidade social para o estado do Acre. Para isso, analisam-se desnotícias, nome dado a textos humorísticos publicados no site Desciclopédia que parodiam notícias escritas por mídias de renome. A discussão teórica ancora-se especialmente nos conceitos de identidade social e referenciação, formulados, respectivamente, pela Análise de Discurso Crítica e pela Linguística Textual. O estudo explicita que a seleção de termos que compõem as expressões nominais é responsável por gerar certos efeitos de sentido. No caso em análise, busca-se construir identidades sociais de modo bem-humorado, visto que tais formas colocam em questão a existência do Acre, tornando esse estado motivo de piada.

Biografia do Autor

Ana Cristina Carmelino

Professora Adjunta IV da área de Estudos da Linguagem. Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Unesp/CAr.

Karine Silveira

Doutoranda em Linguística e Língua Portuguesa pela PUC – Minas.

Downloads

Publicado

2016-12-08

Edição

Seção

Artigos