A noção de enunciado Reitor de Michel Foucault e a análise de objetos discursivos midiáticos

Autores

  • Jefferson Voss
  • Pedro Navarro

Palavras-chave:

Michel Foucault, Enunciado reitor, Método arqueológico, Análise do Discurso

Resumo

Este texto tem como escopo discorrer sobre a noção de enunciado reitor, erigida no interior do método arqueológico de Michel Foucault, e discutir sua operacionalidade para a Análise de Discurso (AD). Para tanto, arguimos, primeiramente, sobre as possibilidades de trabalho com o método arqueológico. Na sequência, apresentamos algumas ressalvas que precisariam ser feitas diante da especificidade de algumas materialidades discursivas contemporâneas. Essas ressalvas dizem respeito a algumas noções arqueológicas de Foucault: formação discursiva, enunciado reitor, árvore de derivação enunciativa etc. Finalmente, exploramos a noção de enunciado reitor de Foucault e sua relação com a constituição do corpus de uma pesquisa. Na tentativa de mostrar a operacionalidade de tal noção, analisaremos o papel de enunciado reitor desempenhado pelo slogan do Governo do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva na gestão presidencial de 2002 a 2006, “Brasil: um país de todos”.

Biografia do Autor

Jefferson Voss

IEL/UNICAMP, doutorando. Mestre em Letras em Estudos Linguísticos pela Universidade Estadual de Maringá.

Pedro Navarro

Universidade Estadual de Maringá, Professor Associado. Doutor em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP – Araraquara.

Downloads

Edição

Seção

Artigos de pesquisa