Design da página interativa na perspectiva da Semiótica Social

Autores

  • Vilson J. Leffa
  • Gabriela Q. Marzari

Palavras-chave:

Aprendizagem de línguas, Aprendizagem mediada por computador, Semiótica social

Resumo

O uso dos computadores no ensino e aprendizagem de línguas, ao mesmo tempo em que pode tornar mais interessante o trabalho do professor, tem também exigido o domínio de novos conhecimentos nem sempre fáceis de serem adquiridos. O objetivo deste texto é refletir sobre a página digital como espaço de interação propício à aprendizagem. Para isso, faz-se um retrospecto da página impressa e mostra-se que ela tem um peso muito grande sobre o desenvolvimento da página digital, o que leva à necessidade de se fazer uma distinção entre a página digital, essencialmente estática, e a página digital interativa, essencialmente dinâmica. Enquanto a página impressa e a digital têm leitores, que se posicionam externamente, a página interativa tem participantes, que se posicionam internamente, em imersão total. Acredita-se que a compreensão e a exploração dos recursos da página interativa podem trazer uma contribuição importante para um ensino de línguas mais eficiente.

Biografia do Autor

Vilson J. Leffa

Professor da Universidade Católica de Pelotas. Pesquisador do CNPq. PhD em Linguística Aplicada

Gabriela Q. Marzari

Professora do Centro Universitário Franciscano. Doutoranda em Linguística Aplicada

Downloads

Edição

Seção

Artigos