PLURILINGUISMO E MUTIMODALIDADE NO ENSINO DE POESIA VISUAL: ANÁLISE DE UMA VIDEOAULA EM LIBRAS

Autores

  • Joaquim Dolz Universidade de Genebra
  • Gustavo Lima Universidade Federal do Agreste de Pernambuco
  • Juliana Bacan Zani Universidade São Francisco - USF

Palavras-chave:

Plurilinguismo, Multimodalidade, Poesia visual

Resumo

Este artigo tem por objetivo estudar o plurilinguismo e a multimodalidade nas práticas de ensino destinadas a um público de alunos surdos. Do ponto de vista teórico, toma três eixos como centrais para atingir os objetivos, sendo: a) a perspectiva do Interacionismo Sociodiscursivo – ISD (BRONCKART, 1999/2009) em uma abordagem plurilíngue; b) os gêneros textuais e o processo de ensino e aprendizagem; c) a análise dos objetos ensinados e as práticas de ensino. O corpus é constituído pela transcrição-sinopse (SCHNEUWLY; DOLZ, 2009) de uma tarefa de ensino sobre o poema visual, destinado a um público de alunos surdos, por meio de uma videoaula disponível no YouTube. Os resultados permitem afirmar a potencialidade das interações sociodiscursivas combinando línguas (Libras e Português) para o ensino de um objeto como a poesia visual.

Biografia do Autor

Joaquim Dolz, Universidade de Genebra

Professor catedrático e pesquisador em Didática de Línguas e formação de professores na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Genebra – Suíça. Realiza pesquisas sobre o desenvolvimento da linguagem e ensino-aprendizagem de línguas e dirige o grupo de pesquisa GRAFE-FORENDIF (Recherche pour l’Analyse du Français Enseigné et Formation des Enseignants en Didactique du Français), o qual desenvolve diversas investigações sobre a didática dos gêneros orais e escritos e a formação dos professores de línguas e contextos plurilíngues.

Gustavo Lima, Universidade Federal do Agreste de Pernambuco

Doutor em Letras (Linguística) pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Professor Adjunto III na Universidade Federal do Agreste de Pernambuco - UFAPE

Vice-líder do Grupo de Pesquisa Texto, Escrita e Sala de Aula (TEcSA/CNPq)

Pesquisador do Núcleo de Pesquisa em Discurso e Ensino  (NUPEDE/CNPq) e do Grupo de Estudos sobre a Historicidade dos Textos e Ensino de Língua (HISTEL)

Juliana Bacan Zani, Universidade São Francisco - USF

Professora da Graduação do curso de Pedagogia da Universidade São Francisco (USF). É doutora em Educação pela Universidade São Francisco, fez um estágio de doutorado em Didática de Línguas e formação de professores na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Genebra (UNIGE), sob a orientação do professor Joaquim Dolz. Atualmente realiza estágio de pós-doutoramento sob a supervisão da prof.ª Luzia Bueno. Membro do grupo ALTER-AGE (Análise da Linguagem, Trabalho Educacional e suas Relações; e Análise de Gêneros Textuais) e ALTER-LEGE (Análise de Linguagem, Trabalho Educacional e suas Relações: Letramento, Gêneros Textuais e Ensino).

Downloads

Publicado

2022-06-23