SOCIOLINGUÍSTICA EDUCACIONAL: UMA ENTREVISTA COM STELLA MARIS BORTONI-RICARDO

Autores

Palavras-chave:

Língua Portuguesa, Multiletramento e gênero textual, Formação de Professores

Resumo

A descrição da Sociolinguística Educacional, voltada para o ensino de Língua Portuguesa, nesta entrevista com a Professora Stella Maris Bortoni-Ricardo, da Universidade de Brasília, é parte do dossiê da Revista Linguagem em (Dis)curso e suscita reflexões críticas a partir de experiências docentes em sala de aula, por apresentar a realidade do ensino de Língua Portuguesa e possibilidades metodológicas e teóricas profícuas para a ruptura de concepções cristalizadas no sistema de ensino público brasileiro. Esta entrevista, (re)construída em forma de diálogo, brinda-nos com uma ampla discussão sobre língua(gem), políticas linguísticas e educacionais, letramentos, gêneros textuais/discursivos, e nos convida a uma “crítica de dentro para fora”, por meio da provocação: “Como empoderar o professor de Língua Portuguesa para ensinar de forma produtiva e formar cidadãos brasileiros?”

Biografia do Autor

Stella Maris Bortoni-Ricardo, Universidade de Brasília

É professora titular de Linguística da Universidade de Brasília, onde atua na Faculdade de Educação e no Doutorado em Linguística. Doutora em Linguística pela Universidade de Lancaster. Fez estágio de pós-doutorado na Universidade da Pensilvânia. 

Kleber Aparecido da Silva, Universidade de Brasília

Doutor em Estudos Linguísticos (UNESP - São José do Rio Preto). Professor Associado 2 do Curso de Letras (Português do Brasil como Segunda Língua) e do Curso de Pós-Graduação em Linguística da Universidade de Brasília. Fez estágio de pós-doutorado na UNICAMP, PUC-SP, UFSC e Penn State University.

Downloads

Publicado

2022-06-23