FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO NAS PARCERIAS ESTRATÉGICAS ENTRE EXPORTADORES E PRODUTORES DE CAFÉS ESPECIAIS

Autores

  • Anderson Jorge Dib Universidade de Brasília
  • José Márcio de Carvalho Universidade de Brasília
  • Fabrício Oliveira Leitão UnB
  • PatrÍcia Guarnieri Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.19177/reen.v13e220203-41

Palavras-chave:

Parcerias estratégicas, Negócios internacionais, Agronegócio, Cafés especiais, Relações interorganizacionais.

Resumo

Este estudo buscou analisar os fatores de sucesso presentes em parcerias estratégicas entre compradores e fornecedores de cafés especiais, tomando como base as dimensões do modelo conceitual de Monczka et al. (1998): (i) atributos da parceria; (ii) comportamento de comunicação; (iii) técnicas de resolução de conflitos; e, (iv) processo de seleção de produtos e fornecedores. Para tanto, foi utilizada uma abordagem qualitativa, com suporte da análise de conteúdo, e uma quantitativa, utilizando estatística descritiva e análise fatorial e regressão. Foi possível constatar que as parcerias bem-sucedidas estão relacionadas aos fatores do modelo, em maior ou menor grau.

Biografia do Autor

Anderson Jorge Dib, Universidade de Brasília

Especialista com mais de 20 anos de experiência no gerenciamento de programas e projetos com foco na promoção comercial das exportações brasileira de diversos setores que incluem: (i) alimentos, bebidas e agronegócios; (ii) rochas ornamentais (casa e construção); (iii) máquinas e equipamentos; (iv) eletro-eletrônicos; e (v) equipamentos e ingredientes para panificação com ênfase em aprofundar as relações comerciais entre Brasil e mercados-alvos selecionados no exterior em benefício das exportações brasileiras. Atua no desenvolvimento de ações de: (i) estratégias empresariais no mercado internacional; (ii) marketing internacional; (iii) internacionalização visando o estabelecimento de empresas brasileiras no exterior; (iv) supervisão de projetos arquitetônicos para participação brasileira em eventos de negócios e promoção da imagem do Brasil no exterior. Representou o governo brasileiro perante organismos internacionais em temas relacionados ao comércio bilateral e de promoção comercial. Atualmente é Gestor de Projetos da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Atua, ainda como professor substituído na Universidade de Brasília - UnB.

José Márcio de Carvalho, Universidade de Brasília

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (1992), mestrado em Administração pela Universidade Federal de Lavras (1996) e doutorado em Administração pela University Of Reading (2003). Atualmente é professor adjunto da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Negócios Internacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: Agronegócio, negócios internacionais, operações e gestão de projetos.

Fabrício Oliveira Leitão, UnB

Possui graduação em administração, especialização em Gestão Educacional, mestrado em Agronegócios, e doutorado em Transportes. Atualmente é professor adjunto do departamento de Administração da Universidade de Brasília, e da pós-graduação em Agronegócios, trabalhando nas linhas de pesquisa voltadas para a área da Gestão da Produção e Operações e Logística. É membro dos grupos de pesquisa GECOMP/UnB (Grupo de Estudos sobre a Sustentabilidade e Competitividade do Agronegócio/UnB) onde lidera uma linha de pesquisa sobre Logística no Agronegócio; GEALOGS (Grupo de Estudos e Pesquisa Avançadas em Logística e Supply Chain Management) ; e GOMETA (Grupo de Pesquisa em Operações, Logística e Métodos de Apoio à Decisão).

PatrÍcia Guarnieri, Universidade de Brasília

Professora adjunta do curso de Administração da Universidade de Brasilia (UnB). Professora e orientadora no Programa de Pós-Graduação em Agronegócio e no Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Brasília (UnB). Doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), 2012. Mestre em Engenharia da Produção, com ênfase em Gestão Industrial, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), 2006. Especialista em Gestão Empresarial pela Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Cascavel e Instituto Brasileiro de Pesquisas Sócio-Econômicas, 2002 e, Especialista em Docência no Ensino Superior pela União Panamericana de Ensino, 2005. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), 2000. Tem experiência em Gestão de Empresas, atuando principalmente nas seguintes áreas: Logística de Suprimentos e Logística Reversa, Gestão de parcerias e relacionamentos colaborativos no SCM, Contabilidade Ambiental, Análise Financeira de Empresas e Análise de decisões. É autora do livro Logística Reversa: em busca do equilíbrio econômico e ambiental. Possui artigos publicados em eventos e periódicos nacionais e internacionais, capítulos em livros nacionais e internacionais. Editora executiva da Revista em Gestão, Inovação e Sustentabilidade (Regis). Referee de periódicos nacionais e internacionais, além de eventos nacionais e internacionais. É pesquisadora dos grupos de pesquisa: Grupo de Pesquisa em Operações, Logística e Métodos de Apoio à Decisão (GOMETA) e Grupo de Pesquisas e Estudos Avançados em Logística e SCM (GEALOGS).


Referências

ALBERS, S.; WOHLGEZOGEN, F.; ZAJAC, E. J. Strategic alliance structures: An organization design perspective. Journal of Management, v. 42, n. 3, p. 582–614, 2016.

ANDERSON, J. C.; NARUS, J. A. A Model of the Distributor’s Perspective of Distributor-Manufacturer Working Relationships. Journal of Marketing, v. 48, n. 4, p. 62–74, 1984.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Extra Coleção. Lisboa: Edições 70, 2018.

BSTIELER, L.; HEMMERT, M.; BARCZAK, G. The changing bases of mutual trust formation in inter-organizational relationships: A dyadic study of university-industry research collaborations. Journal of Business Research. Volume 74, Pages 47-54, 2017.

CROPPER, S.; HUXHAM, C.; EBERS, M.; RING, P. S. The oxford handbook of inter-organizational relations. Oxford: Oxford University Press, 2008.

EISENHARDT, K. M.; SCHOONHOVEN, C. B. Resource-based view of strategic alliance formation: strategic and social effects in entrepreneurial firms. Organization Science, v. 7, n. 2, p. 136–150, 1996.

ELMUTI, D.; KATHAWALA, Y. An overview of strategic alliances. Management Decision, v. 39, n. 3, p. 205–218, 2001.

FOSSAS-OLALLA, M.; MINGUELA-RATA, B.; ESCOT-MANGAS, L. Cooperation strategy in buyer-supplier relationships and its effect on buyer performance. In: Paper to be presented at the 35th DRUID Celebration Conference 2013. Barcelona, Spain, June 17. 2013.

GRANT, R. M.; BADEN-FULLER, C. A Knowledge accessing theory of strategic alliances. Journal of Management Studies, v. 41, n. 1, p. 61–84, 2004.

HAIR, J. F., BLACK, W. C., BABIN, B. J., ANDERSON, R. E. Multivariate data analyse. 7. ed. Prentice Hall, 2009.

HOLMBERG, S. R.; CUMMINGS, J. L. Building successful strategic alliances: strategic process and analytical tool for selecting partner industries and firms. Long Range Planning, v. 42, n. 2, p. 164–193, 2009.

HUANG, Y.; HAN, W.; MACBETH, D. The complexity of collaboration in supply chain networks”. Supply Chain Management: An International Journal, v. 25, n. 3, p. 393–410, 2020.

HUO, B.; TIAN, M.; TIAN, Y.; ZHANG, Q. The dilemma of inter-organizational relationships: Dependence, use of power and their impacts on opportunism. International Journal of Operations & Production Management, Volume 39, No. 1, pp. 2-23, 2019.

IŠORAITĖ, M. Importance of strategic alliances in company ’s activity. Intellectual Economics, v. 1, n. 5, p. 39–46, 2009. lliances in company ’s activity. Intellectual Economics, v. 1, n. 5, p. 39–46, 2009.

KAUSER, S.; SHAW, V. The influence of behavioural and organisational characteristics on the success of international strategic alliances. International Marketing Review, vol. 21, No. 1, , p. 17-9, 2004.

KIM, K. K. et al. Inter-organizational cooperation in buyer-supplier relationships: Both perspectives. Journal of Business Research, v. 63, n. 8, p. 863–869, 2010.

LEONIDOU, L. C.; PALIHAWADANA, D.; THEODOSIOU, M. An integrated model of the behavioural dimensions of industrial buyer-seller relationships. European Journal of Marketing, v. 40, n. 1–2, p. 145–173, 2006.

MEHDIKHANI, R.; VALMOHAMMADI, S. Strategic collaboration and sustainable supply chain management: The mediating role of internal and external knowledge sharing”, Journal of Enterprise Information Management, v. 32 n. 5, p. 778-806, 2019.

MOHR, J.; SPEKMAN, R. Characteristics of partnership success: partnership attributes, communication behavior, and conflict resolution techniques. Strategic Management Journal, v. 15, n. 2, p. 135–152, 1994.

MONCZKA, R. M. et al. Success factors in strategic supplier alliances: the buying company perspective. Decision Sciences, v. 29, n. 3, p. 553–577, 1998.

MORGAN, R. M.; HUNT, S. D. The commitment-trust theory of relationship marketing. Journal of Marketing, v. 58, n. 3, p. 20–38, 1994.

NICHOLLS, A.; HUYBRECHTS, B. Sustaining Inter-organizational Relationships Across Institutional Logics and Power Asymmetries: The Case of Fair Trade. Journal of Business Ethics. volume 135, pages699–714, 2016.

PETERSEN, K. J.; RAGATZ, G. L.; MONCZKA, R. M. An examination of collaborative planning effectiveness and supply chain performance. Journal of Supply Chain Management, v. 41, n. 2, p. 14–25, 2005.

RADZIWON, A.; BOGERS, M. Open innovation in SMEs: Exploring inter-organizational relationships in an ecosystem. Technological Forecasting and Social Change. Volume 146, p. 573-587, 2019.

RAŠKOVIĆ, M.; MÖREC, B. Determinants of supplier-buyer relationship competitiveness in transnational companies. Economic and Business Review, v. 15, n. 1, p. 5–31, 2013.

SÁNCHEZ-NAVAS, A.; FERRÀS-HERNÁNDEZ, X. The impact of individual relationships on performance and reformation of R&D alliances. Journal of Industrial Engineering and Management, v. 8, n. 4, p. 1270–1287, 2015.

SANTOS, R. R.; GUARNIERI, P. Social gains for artisanal agroindustrial producers induced by cooperation and collaboration in agri-food supply chain. Social Responsibility Journal, v. 16, n. 8, p. 1-19, 2020.

SPEKMAN, R. E. Strategic supplier selection: understanding long-term buyer relationships. Business Horizons, v. 31, n. 4, p. 75–81, 1988.

SWÄRD, A. Trust, Reciprocity, and Actions: The Development of Trust in Temporary Inter-organizational Relations. Organization Studies, Volume: 37 edição: 12, página (s): 1841-1860, 2016.

VODENICHAROVA, M.; S.. Supply chain study in food industry in Bulgaria. International Journal of Retail & Distribution Management, 2020.

WU, F.; CAVUSGIL, S. T. Organizational learning, commitment, and joint value creation in interfirm relationships. Journal of Business Research, v. 59, n. 1, p. 81–89, 2006.

YIN, R. K. Case study research: Design and methods. Sage publications, 2013.

ZAMIR, Z.; SAHAR, A.; ZAFAR, F. Strategic alliances; a comparative analysis of successful alliances in large and medium scale enterprises around the world. Educational Research International, v. 3, n. 1, p. 25–39, 2014.

Downloads

Publicado

2020-11-25

Edição

Seção

Artigos Científicos