Empreendedorismo: uma investigação na evolução da perspectiva empreendedora dos estudantes de uma IES privada no Rio Grande do Norte

Autores

  • Richard Medeiros Araújo UFRN
  • Fernando Porfirio Oliveira UFERSA
  • Rodrigo Siqueira Christo FACEX
  • Denis Oliveira Silva FACEX

DOI:

https://doi.org/10.19177/reen.v5e1201228-66

Palavras-chave:

Empreendedorismo, IES, Dimensões empreendedoras, Comportamento empreendedor

Resumo

O empreendedorismo vem ganhando cada vez mais espaço na sociedade. Dentro de um contexto em que Instituições de Educação Superior (IES) estão inserindo em suas matrizes curriculares o ensino da disciplina “Empreendedorismo” em conjunto com as práticas didático-pedagógicas, esta pesquisa buscou investigar a evolução da perspectiva empreendedora nos alunos ingressantes e concluintes dos cursos de Administração, Enfermagem, Serviço Social e cursos Tecnológicos em uma IES privada, em Natal/RN, evidenciando quais as influências empreendedoras presentes no decorrer da vida acadêmica nos respectivos sujeitos de pesquisa. Por meio de um estudo de caso, foi adotada uma pesquisa exploratória e descritiva. O universo da pesquisa foi composto de 2450 universitários com uma amostra de 358 universitários dos cursos de Administração, Serviços sociais, Enfermagem e Tecnológicos. Utilizou-se como instrumento de coleta dos dados um questionário com questões fechadas, baseado no modelo proposto por McClelland (1971), considerando as dimensões empreendedoras: independência, criatividade, locus de controle e disposição de assumir riscos. Os dados foram tratados estatisticamente, tendo como técnica, o teste qui-quadrado. Os resultados demonstraram que há uma mudança relevante no comportamento dos estudantes ao longo da vida acadêmica, visto que as dimensões criatividade e independência foram registradas com as maiores variações positivas. Verificou-se que em relação à dimensão criatividade não há diferença na comparação entre os cursos investigados, já que eles oferecem meios para o desenvolvimento de criatividade dos estudantes. Conclui-se que a competência do comportamento empreendedor possa ser desenvolvido nos estudantes a partir da inserção do empreendedorismo como disciplina e implementação de atividade didático-pedagógica nas IES, tendo em vista a evolução da perspectiva empreendedora dos alunos investigados na pesquisa.

Biografia do Autor

Richard Medeiros Araújo, UFRN

Professor de Marketing da FACEX e Doutorando em Administração pelo PPGA/URN

Downloads

Publicado

2012-05-11

Edição

Seção

Artigos Científicos