AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS PRATICADAS PELA INDÚSTRIA CALÇADISTA DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Nathally Karine Meyer Universidade Feevale
  • Cristiane Froehlich Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.19177/reen.v11e22018219-247

Palavras-chave:

Desenvolvimento Sustentável, Sustentabilidade, Socioambiental, Indústria Calçadista, Estratégia.

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo verificar as ações socioambientais praticadas por empresas da indústria calçadista situadas nos Vales do Sinos e Paranhana no Rio Grande do Sul. A pesquisa classifica-se em descritiva, levantamento (survey), quantitativa e qualitativa. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário, com 25 respondentes, sendo caracterizada uma amostra não probabilística. Os principais resultados demonstram que 48% das empresas respondentes praticam ações socioambientais, enquanto 48% planejam uma futura implantação. Vale ressaltar que todas as empresas realizam a destinação correta dos resíduos sólidos gerados e 84% reaproveitam a matéria prima.

 

Biografia do Autor

Nathally Karine Meyer, Universidade Feevale

Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas

Cristiane Froehlich, Universidade Feevale

Docente e pesquisadora do Instituto de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Feevale.

Referências

ABICALÇADOS. Relatório setorial Indústria de Calçados Brasil. Novo Hamburgo: Associação Brasileira das Indústrias de Calçados. 2016.

ABREU, S. R.; BORGES, F. Q. Indicadores de sustentabilidade organizacional: estudo em um shopping center no Estado do Pará. Revista de Economia e Administração, v. 12, n. 4, p. 480-507, 2013.

ALENCASTRO, M. S. C. Empresas, ambiente e sociedade: introdução a gestão. Curitiba: InterSaberes, 2012.

ALVES, V. C.; BARBOSA, A. S. Práticas de gestão ambiental das indústrias coureiras de Franca-SP. Gestão da Produção, v. 20, n. 4, p. 883-898, 2013.

AMATO NETO, J. A era do ecobusiness: criando negócios sustentáveis. Barueri, SP: Manole, 2015.

APPOLINÁRIO, F. Metodologia da ciência: filosofia e prática da pesquisa. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006.

BAARS, E. M.; KALINOWISK, T.; RUIZ, R. A Gestão da Sustentabilidade no Desenvolvimento de Coleção de Calçado. II Encontro de Sustentabilidade e Projeto - ENSUS, Santa Catarina, 2008.

BANKUTI, S. M. S.; BANKUTI, F. I. Gestão ambiental e estratégia empresarial: um estudo em uma empresa de cosméticos no Brasil. Gestão & Produção, v. 21, n. 1, p. 171-184, Mar., 2014.

BARBIERI, J. C. et al. Inovação e sustentabilidade: novos modelos e proposições. São Paulo: RAE – Revista Administração Eletrônica, v. 50, n. 2, p. 146-154, abr./jun., 2010.

BARBOSA, A. DE S.; ALVES, E. A.; BRAGA FILHO, H. Responsabilidade social empresarial na indústria de calçados paulista: uma análise dos pólos de Franca e Birigui. Revista brasileira de gestão e desenvolvimento regional, Taubaté, SP. V. 8, n.3, p. 183-197. Set. – Dez., 2012.

BARROS, A. J. da S.; LEHFELD, N. A. de S. Fundamentos de metodologia científica. 3. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

BARROS, R. A. et al. Práticas de Sustentabilidade Empresarial no APL Calçadista de Campina Grande-PB: um estudo de caso. Revista Gestão Industrial, v. 6, n. 1, p.157-177, 2010.

BELLEN, H. M. V. Indicadores de sustentabilidade: uma análise comparativa. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BINSWANGER, H. C. Fazendo a sustentabilidade funcionar. In: CAVALCANTI, C. (org.). Meio ambiente, desenvolvimento sustentável e políticas públicas. 3. ed. São Paulo: Cortez: Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2001.

BORATO, A. F. A relação entre responsabilidade social, sustentabilidade e qualidade de vida. Exposição da Universidade Tecnológica Federal do Praná Expo UT. Ponta Grossa, PR, 2011.

BRASIL. Agenda Ambiental na Administração Pública. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. 2009.

CALANDRO, M. L.; CAMPOS, S. H. Arranjo Produtivo Local calçadista Sinos Paranhana: Relatório I. Porto Alegre: FEE - Relatório do Projeto Estudo de Aglomerações Industriais e Agroindustriais no RS, 2013.

CARLI, A. A. de. A educação ambiental como premissa inafastável à sustentabilidade do acesso à água potável: para as gerações presentes e futuras. In: FLORES, C. N. (Org.). A sustentabilidade ambiental em suas múltiplas faces. Campinas, SP: Millennium Editora, 2012.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. da. Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

CINTRA, S. V. Os desafios da gestão feminina no setor calçadista de Franca (SP) sob o olhar do serviço social. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012.

COHEN, M. et al. Responsabilidade Socioambiental Corporativa como fator de atração e retenção para jovens profissionais. Brazilian Business Review, v. 14, n. 1, p. 21-41, 2017.

COMINI, G. et al. Melhores Práticas de Sustentabilidade Socioambiental no Planejamento Estratégico das Organizações: uma análise de apoio à decisão multicritério com expert choice. X Simpósio de Excelência e Tecnologia, 23, 24, 25 outubro, 2013.

COSTA, L. L. N.; MONTENEGRO, L. M. Responsabilidade Socioambiental: um estudo no Setor de Cerâmica Vermelha de Itabaiana, SE. Amazônia, Organizações e Sustentabilidade, v. 4, n. 2, p. 147-172, 2015.

DOMENICO, D. et al. Práticas de responsabilidade socioambiental nas empresas de capital aberto de Santa Catarina listadas na BM&FBovespa. Revista Catarinense da Ciência Contábil, v. 14, n. 42, p. 70-84, 2015.

FERNANDES, C. C. et al. Desenvolvimento sustentável: a presença e importância do meio ambiente no cenário empresarial. II Encontro científico e II Simpósio de Educação. Lins, SP, 2009.

FERREIRA, B. S.; GUERRA, J. A. de P. Responsabilidade Socioambiental: um olhar sistêmico em uma organização estatal. 8º Congresso Brasileiro de Sistemas. Revista Gestão & Conhecimento, Poços de Caldas, MG, 2012.

FREITAS, C. E. L. de. Os parâmetros de qualidade da indústria calçadista: uma investigação da sua validade a partir do estudo de caso da calçados Zapata S.A. 123 f. Dissertação (apresentada para obtenção do Grau Mestre) - Escola Brasileira de Administração Pública, Rio de Janeiro, 2002.

FROEHLICH, C. O desenvolvimento da capacidade de inovação para alcançar a sustentabilidade empresarial: estudos de caso na Artecola e no Hospital Mãe de Deus. Tese (doutorado em Administração) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos. Programa de Pós-Graduação em Administração, São Leopoldo, RS, 2014.

FROEHLICH, C.; BITENCOURT, C. Sustentabilidade empresarial: um estudo de caso no Hospital Mãe de Deus. Sustentabilidade em Debate, v. 6, n. 3, p. 116-130, set/dez., 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HANSEN, G. L. A sociedade de consumo e o paradoxo da proteção ambiental. In: FLORES, C. N. (Org.). A sustentabilidade ambiental em suas múltiplas faces. Campinas, SP: Millennium Editora, 2012.

JACQUES, J. Estudo de Iniciativas em Desenvolvimento Sustentável de Produtos em Empresas Calçadistas a Partir do Conceito Berço ao Berço. 322 f. Tese (Pós-graduação em engenharia de produção) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

MAGNAGO, P. F.; AGUIAR, J. P. O.; PAULA, I. C. de. Sustentabilidade em desenvolvimento de produtos: uma proposta para a classificação de abordagens. Revista Produção Online. Florianópolis. v. 12, n. 2, p. 351-376, abr./jun., 2012.

MELO NETO, F. P. de; FROES, C. Gestão da responsabilidade social corporativa: o caso brasileiro da: filantropia tradicional à filantropia de alto rendimento e ao empreendedorismo social. Rio de Janeiro, RJ: Qualitymark, 2001.

MUNCK, L.; MUNCK, M. M.; SOUZA, R. B. de. Sustentabilidade Organizacional: a proposta de uma framework representativa do agir competente para seu acontecimento. XXXV Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro, 4 – 7 setembro, 2011.

MUNCK, L.; SOUZA, R. B. de. Responsabilidade Social Empresarial e Sustentabilidade Organizacional: a hierarquização de caminhos estratégicos para o desenvolvimento sustentável. Revista Brasileira de Estratégia, Curitiba, v. 2, n. 2, p. 185-202, 2009.

OLIVEIRA, G. B. de; SOUZA-LIMA, E. de. O desenvolvimento sustentável em foco: uma contribuição multidisciplinar. São Paulo: Annablume, 2006.

OLIVEIRA, M. de. A Produção Mais Limpa Como Ferramenta de Gestão Ambiental Para as Indústrias do Município de Juiz de Fora. 88 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, 2006.

OLIVEIRA, M. M. de. Como fazer projetos, relatórios, monografias, dissertações e teses. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

OLIVEIRA, M. C. de et al. Comunicação de Responsabilidade Socioambiental na Missão, Visão e Valores de Empresas da MB&FBovespa de da Fortune 500. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 19, n.2, 2016.

PADIA, C. et al. A importância de projetos sustentáveis para o desenvolvimento das organizações. VII Seminário Estadual de Engenharia Mecânica e Industrial. 3ª Semana Internacional das Engenharias da FAHOR. Horizontina, RS. 16 à 18 de outubro, 2013.

PHILOMENA, A. L. O imperativo humano – ou, como fica a questão populacional no desenvolvimento sustentável? In: Becker, D. F. (org.). Desenvolvimento sustentável necessidade e/ou possibilidade?. Santa Cruz do Sul, RS: EDUNISC, 1997.

PLENTZ, N. D.; TOCCHETTO, M. L. O Ecodesign na Indústria de Calçados: proposta para um mercado em transformação. Revista do Centro do Ciências Naturais e Exatas - UFSM, Santa Maria. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental – REGET, v. 18, n. 3 Set- Dez, p.1022-1036, 2014.

PONTES, A. V. V. et al. Responsabilidade social como estratégia de relacionamento com o colaborador: um estudo à luz da percepção da gerência de recursos humanos. XII Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, Resende, RJ. 28 à 30 de outubro, 2015.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo/RS: Feevale, 2013.

RIBEIRO, P. E. C. D.; PALACIOS, K. E. P.; FERREIRA, T. V. A. Responsabilidade Socioambiental nas Organizações: uma Medida de Práticas Organizacionais e Endosso dos Trabalhadores. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 9, n. 1, p. 36-50, 2015.

REIS, L. B. dos et al. Energia, recursos naturais e a prática do desenvolvimento sustentável. 2. ed. Barueri, SP: Manole, 2012.

RUFINO, S.; AMATO NETO, J.; COSTA, R. P. da. Economia solidária e sustentabilidade. In: NETO, J. A. (org.). Sustentabilidade & produção: teoria e prática para uma gestão sustentável. São Paulo: Atlas, 2011.

SACHS, J. D. A era do desenvolvimento sustentável. Lisboa – Portugal: Conjuntura Actual Editora, 2017.

SABONARO, D. Z. et al. A Incorporação da Gestão Socioambiental na Estratégia Competitiva: Um Estudo de Caso no Setor Sucroalcooleiro. Desenvolvimento em Questão, v. 15, n. 38, p. 319-342, 2017.

SANTOS, M. O. Responsabilidade Ambiental nas Organizações: a busca pelo diferencial competitivo. Revista de Iniciação Científica Cairu, Barris Salvador, BA, 2015.

SILVA, K. R. T. da et al. Meio Ambiente e Responsabilidade Social nas Empresas. II Encontro Científico e II Simpósio de Educação Unisalesiano. Lins-SP, 28 – 31 Out., 2009.

SOUSA FILHO, J. M.; BARBIERI, J. C. Estratégia socioambiental baseada em recursos e ambiguidade causal. Revista de Administração de Empresas, v. 55, n. 6, p. 699-711, 2015.

STADLER, A.; MAIOLI, M. R. Organizações e desenvolvimento sustentável. Curitiba: InterSaberes, 2012.

VEIGA, J. E. da. Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

VIEGAS, C.; FRACASSO, E. M. Capacidade tecnológica e gestão de resíduos em empresas de calçados do Vale do Sinos: estudo de dois casos. Rev. Adm. Contemp, Curitiba, v. 2, n. 2, p. 41-62, Aug. 1988.

Downloads

Publicado

2019-04-26

Edição

Seção

Artigos Científicos