Auriculoterapia como tratamento na melhoria da qualidade de vida dos servidores do CRAS de Blumenau-SC: estudo piloto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19177/cntc.v8e15201917-25

Palavras-chave:

Qualidade de vida, CRAS, Acupuntura auricular

Resumo

Introdução: Qualidade de vida reflete perspectivas individuais e coletivas, sendo influenciada pelos aspectos socioeconômicos, psicológicos e pelas experiências de cada indivíduo. Dessa forma, buscar práticas alternativas e complementares que auxiliem na manutenção dessa qualidade é de suma importância. Objetivo: Avaliar a efetividade desta prática na melhoria da qualidade de vida dos servidores do Centro de Referências de Assistência Social (CRAS) do município de Blumenau-SC. Material e métodos: A coleta de dados foi realizada a partir da aplicação de dois questionários antes e após a realização do tratamento, a Versão Brasileira do Questionário de Qualidade de Vida – SF-36 e o Teste de Lipp – ISS. Foram realizadas 5 sessões de auriculoterapia com cada servidor. Os resultados de cada paciente foram analisados individualmente por meio de gráficos e discutidos entre si. Resultados: Ao analisar os resultados individuais de cada paciente, utilizando o Questionário de Qualidade de Vida – SF-36, percebe-se que 80% dos servidores apresentaram melhora em 4 ou mais dos 8 domínios. O paciente 1, 3 e 5 apresentarem melhora em 50% dos domínios. O paciente 4 apresentou melhora somente em 2 domínios e o paciente 2 foi o que obteve o efeito mais expressivo, melhora em 6 dos 8 domínios.  Os resultados encontrados ao fim do tratamento foram positivos, tanto quando se analisou os pacientes individualmente quanto em relação a cada domínio do Questionário de Qualidade de Vida – SF-36. Conclusões: Qualidade de vida reflete perspectivas individuais e coletivas, sendo influenciada pelos aspectos socioeconômicos, psicológicos e pelas experiências de cada indivíduo. Dessa forma, buscar práticas complementares que auxiliem na manutenção dessa qualidade é de suma importância.

Biografia do Autor

Júlia Dresch Devilla, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Biomédica

Departamento de Farmácia

Centro de Ciências da Saúde

Universidade Regional de Blumenau - FURB

Blumenau-SC

Milene Dinah Faht, Centro de Referências de Assistência Social (CRAS) III Fortaleza

Farmacêutica e Psicóloga

Centro de Referências de Assistência Social (CRAS) III Fortaleza

Prefeitura Municipal de Blumenau

Blumenau-SC

Murilo Luiz Cerutti, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Farmacêutico e Professor

Departamento de Medicina

Centro de Ciências da Saúde

Universidade Regional de Blumenau - FURB

Blumenau-SC

Caio Mauricio Mendes de Cordova, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Farmacêutico e Professor

Departamento de Farmácia

Centro de Ciências da Saúde

Universidade Regional de Blumenau - FURB

Blumenau-SC

Caroline Valente, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Farmacêutica, Acupunturista e Professora

Departamento de Ciências Naturais

Centro de Ciências Exatas e Naturais

Universidade Regional de Blumenau - FURB

Blumenau-SC

Downloads

Publicado

2021-03-17

Edição

Seção

Artigos originais