Naturologia, Transdisciplinaridade e Transracionalidade

Autores

  • Caio Fábio Schlechta Portella Faculdade de Saúde Pública - USP

DOI:

https://doi.org/10.19177/cntc.v2e3201357-65

Palavras-chave:

Naturologia, Transdisciplinaridade, Paradigma de Saúde, Equipe Multiprofissional, Praticas Integrativas e Complementares, Racionalidades Médicas.

Resumo

A crescente especialização que se estabelece na área da saúde é fruto de uma cosmologia cartesiana e materialista onde não há espaço para o Doente, somente para a Doença. Desta crise surge a naturologia, profissão da área da saúde que busca o cuidado integral ao ser humano. A naturologia insere sua contribuição revendo as bases conceituais, inserindo elementos como o resgate de técnicas tradicionais e a construção de um pensamento que possibilite uma atuação diferenciada em saúde. Este artigo visa explorar conceitos emergentes relacionado à transdisciplinaridade e ao diálogo entre racionalidades médicas especialmente no contexto do naturólogo e seu papel de atuação dentro de uma equipe de saúde transdisciplinar.

Biografia do Autor

Caio Fábio Schlechta Portella, Faculdade de Saúde Pública - USP

Mestrando em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, Departamento de Saúde Materno Infantil. Possui Graduação em Naturologia - formação específica em Fitoterapia - pela Universidade Anhembi Morumbi (2008).

Downloads

Publicado

2013-12-06

Edição

Seção

Artigos de revisão